título O TEATRO PARAENSE.png

Projeto cultural contemplado com recursos do edital  Multilinguagens - Lei Aldir Blanc Pará

FOTOGRAFIAS E COORDENAÇÃO GERAL

  • https://www.facebook.com/miguelchikaoka
  • @mchikaoka

Natural de Registro/SP (1950), reside em Belém desde 1980, onde iniciou como fotógrafo independente junto ao Jornal Resistência da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos e em seguida atuou nas editorias da revista Cuíra da Unipop (Universidade Popular) e da revista GIBI da Agência Emaús. Colaborou também com a Agência F4. Em 1991, junta-se a outros fotógrafos e funda a Agência Kamara Kó Fotografias, atual depositária da gestão e guarda do acervo produzido ao longo da sua carreira. Ainda nos anos 1980 iniciou um movimento em torno da prática e reflexão do fazer fotográfico que culminou com criação da Fotoativa, reconhecida como uma referência para o desenvolvimento da cultura fotográfica na região Norte. 

Dedica-se atualmente à pesquisa e experimentação de percursos educativos pautados numa abordagem transdisciplinar do que constitui a gênese das imagens. 

Miguel Chikaoka

curadoria - artistas convidados

Claudio Barros

Ator, diretor e encenador paraense. Pisou o palco como ator pela primeira vez em 1976, aos 12 anos. Atuou nos grupos do SESC, Experiência, Cena Aberta, Cuíra, Grupo Usina e Trupe Mínima de Teatro de São Paulo, em espetáculos teatrais, seja como ator, diretor ou produtor. Entre elas, as peças Verde Ver-o-Peso, Dama da Noite; Dom Chicote, A Terra é Azul, Goodbye Pororoca, Utopia, Convite de Casamento; Hamlet, um extrato de nós, Laquê, Solo de Marajó e Pachiculimba. Possui experiência importante também na área do cinema, como preparador de elenco e ator. 

  • Branco Facebook Ícone
  • @claudiobarros61

Valéria Andrade

  • @valeriafrotadeandrade
  • Branco Facebook Ícone

Atriz e professora de História do Teatro, Teorias do Teatro e Dramaturgia na Escola de Teatro e Dança da UFPA (ETDUFPA). Doutora em Artes pela Escola de Belas Artes - UFMG. Mestre em Artes pelo ICA/UFPA. Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Pará. Desde 1993 integra o Grupo Usina Contemporânea de Teatro, onde participou de processos criativos em torno da mímesis corpórea articulada ao contexto amazônico. Autora da pesquisa de doutoramento: Poéticas do Afeto no Teatro de Grupo – Trânsitos e alianças entre os criadores do teatro de Belém do Pará, 1976-2016. Atualmente dirige o Teatro Universitário Cláudio Barradas.

Wlad Lima

Artista-pesquisadora, diretora e cenógrafa de teatro. Professora Titular da UFPA (aposentada), mestre e doutora em Artes Cênicas pela UFBA, com pós-doutorado em Estudos Culturais pela Universidade de Aveiro, Portugal. Para além do campo das cênicas, busca atravessamentos entre Arte e Psiquê atuando com a Clínica do Sensível em seu Programa Poética Criatura na função de artista-psicoterapeuta em processos de criação e pesquisas em arte. Seus procedimentos clínicos operam com o esquizodrama, a escuta sensível, a clínica da palavra e os Fóruns Grupais. Atua como criadora cênica no Grupo Cuíra do Pará, na KaliCi Produções e no Coletivas Xoxós e administra o Teatro do Desassossego - Laboratório de pesquisas artísticas, além de ser desenhista do Coletivo Brutus Desenhadores.

  • @teatrododesassossego

produção executiva

Makiko Akao

Sócia da Agência Kamara Kó de Fotografias desde 1991, é produtora cultural independente e trabalha com curadorias e edição de livros de fotografias. Em 2011 criou a Kamara Kó Galeria onde realiza projetos de divulgação de artistas e fomento a colecionismo de obras de arte e publicações SAIBA+.

Realizou várias exposições em Belém, Brasília e São Paulo, entre elas a SP-Arte FOTO em São Paulo/Brasil e ArtLima em Lima/Peru. É idealizadora do Projeto Circular Campina/ Cidade Velha que coordenou de 2013-17, até a 20º Edição, sendo hoje conselheira do projeto.

assessoria de comunicação

Yvana Crizanto

Jornalista, com formação pela Universidade Federal do Pará - UFPA e Universidade de São Paulo - USP, atua em projetos comunitários há cerca de 20 anos. Desenvolve pesquisa em canto e fotografia desde 2015, a partir de vivências no Casulo Cultural, Associação Fotoativa, Grupo de Pesquisa Música e Identidade na Amazônia e Escola de Música da UFPA. Realizou o projeto Universo de Si: canto e fotografia, no Casulo Cultural (2015-16); Fundação Curro Velho e SESC Sorocaba/SP (2018), e no mesmo ano foi contemplada com o Prêmio de Produção e Difusão Artística, da Fundação Cultural do Pará – FCP em Artes Cênicas, pela performance vocal Água. Há três anos realiza o projeto Cidade em F(r)estas com arte alternativa itinerante. 

  • @yvana.crizanto

PROJETO GRÁFICO E SOCIAL MEDIA

Brena Souza

  • @brena_sferreir

Graduada em Letras pelo Instituto Federal do Pará (2014) e em Produção Multimídia pela Universidade Federal do Pará (2018), Brena Souza é atuante no cenário publicitário e cultural no Estado do Pará: Em 2014, foi colunista do “Jornal Institucional” em Programa de Extensão do IFPA; Atuou entre os anos de 2016 a 2018 como Produtora Multimídia no Projeto Circular Campina-Cidade Velha /Rouanet pela Kamara Kó Galeria; Estagiou como editor Gráfico/ Social Media no ICA (Instituto de Ciências da Arte) da  UFPA; Desde 2018 trabalha em Agências de Marketing como Produtora de Conteúdo e Social Media, além de participar como Assessora de Marketing da Banda DeadNow, da cidade de Castanhal/PA.

DIGITALIZAÇÃO DE IMAGENS

Samir Damasceno

Artista, pesquisador, graduado pela Universidade da Amazônia— UNAMA em Artes Visuais e Tecnologia da Imagem, técnico Agente Cultural - IFTO/Campus Paraíso do Tocantins. Participou de Mostra do MOAV - Mostra UNAMA (2013 e 2015), 26º Salão de Artes Primeiros Passos CCBEU (2017); Imagens Cotidianas, SESC Boulevard/PA (2018). Coordenou o projeto 2 Mercadores (coletiva) no Programa Seiva pauta livre, na Galeria Theodoro Braga e no Centro Cultural do Tribunal Eleitoral do Pará (ambos em 2017). Foi Assistente de Pesquisa do projeto Atravessamentos: Fotoativa ontem e hoje (2018- 2019), onde atua como colaborador no Núcleo de Documentação – Acervo e no Café Fotográfico, com Irene Almeida.

WEBDESIGN

Flavya Mutran

É paraense e atua no campo da arte e comunicação desde 1989. Já trabalhou com fotojornalismo, laboratório P&B, edição de imagens e, a partir de 2004, passou a trabalhar como professora nos cursos de Comunicação e Design Gráfico. Atualmente é professora adjunta do Depto de Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS, em Porto Alegre, com pesquisas  sobre fotografia, gravura e processos gráficos. Integra o grupo de artistas da Kamara Kó Galeria. Saiba+

realização

Logomarca_KAMARAKO-claro.png
rodapebranco.png